Palmeiras multa Deyverson em R$ 350 mil por cuspir em rival

O centroavante Deyverson foi punido pelo Palmeiras em R$ 350 mil descontados de seus salários. Nesta terça-feira, uma reunião entre atleta e diretoria na Academia de Futebol definiu a multa, dividida entre salários, direitos de imagem e luvas (ainda pela assinatura de seu contrato, na metade de 2017).

Outra reunião, esta envolvendo todo o elenco e a comissão técnica alviverde atrasou em quase uma hora o início do treino desta terça. Foi a primeira atividade no CT palestrino após os dois dias de folga concedidos em sequência à derrota no clássico do último sábado.

Deyverson soma 18 gols em 66 jogos pelo Palmeiras, ou seja, uma média de uma expulsão a cada 13 partidas, aproximadamente. No último sábado, o atleta entrou em campo no lugar de Borja no segundo tempo diante do maior rival e, depois de 28 minutos em campo, foi expulso por dar uma cusparada no corintiano Richard. Mais tarde, ele se desculpou pelo ato por meio das redes sociais, informa o Terra.

Com a atitude condenada por Luiz Felipe Scolari, Deyverson pode ser punido com um severo gancho. Caso seja denunciado, ele deverá ser enquadrado no artigo 254-B do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que prevê suspensão de seis a 12 partidas pela cusparada.

Se receber a pior punição possível, Deyverson voltaria a ficar à disposição de Felipão somente em um eventual segundo jogo de final do Campeonato Paulista. Como a pena seria cumprida em torneios nacionais, o atacante não perderia as partidas válidas pela fase de grupos da Copa Libertadores.

05/02/2019