Justiça Trabalhista decide pela manutenção do piso dos jornalistas

Os desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho de Alagoas (TRT/AL), durante o julgamento do dissídio coletivo, decidiram pela manutenção do piso salarial para todos os jornalistas alagoanos e determinaram o reajuste de 3% em cima do atual valor que é de R$ 3.567,27.

O julgamento ocorreu na manhã desta quarta-feira (03), quando a greve geral dos profissionais completa nove dias.  O relator, desembargador Laerte Neves, votou contra a proposta das empresas que era de reduzir o piso salarial em 40%, o que foi acompanhado por mais três desembargadores.

Com esse reajuste de 3%, o piso salarial em Alagoas será de R$ 3.672,22. Além desse reajuste, o relator e os demais desembargadores mantiveram todas as cláusulas do acordo vigente por uma validade de um ano.

03/07/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *